Olá, tudo bem?

Se você envia materiais com certa frequência para a gráfica imprimir já deve ter escutado do atendente que é melhor fazer nas medidas X e Y para dar formato no papel.

Os formatos mais conhecidos pela população é a família americana A, sendo o A4  o mais popular. A família A vai do A0 até o A10, mas é mais comum utilizar até o A6. Para você entender como é calculado o tamanho deste padrão, você precisa saber que as medidas tem como base inicial o A0, que possui 1m². A altura do papel é dividida pela base, que resulta sempre em 21,41. As áreas do papel (A0,A1,A2,,A6) formam uma progressão geométrica de razão 12.

Para descomplicar tudo, colocamos aqui as medidas do padrão A:

A0 841 × 1189 mm
A1 594 × 841 mm
A2 420 × 594 mm
A3 297 × 420 mm
A4 210 × 297 mm
A5 148 × 210 mm
A6 105 × 148 mm
A7 74 × 105 mm
A8 52 × 74 mm
A9 37 × 52 mm
A10 26 × 37 mm00

 

Mas você sabia que na área gráfica o papel onde os materiais são impressos não são do padrão A? É isso mesmo! Embora este seja o padrão mais convencional quando compramos pacotes de sulfite em papelaria e até mesmo como resultado final de materiais feitos em gráfica, o padrão utilizado pelas indústrias do setor são outros: 66×96, 76×112 e 89×117 (medidas em cm).

Aqui na Gráfica Cartex o papel que mais utilizamos é o 66×96. Com este formato de papel é possível trabalhar com diversas medidas como resultado final. Lembre-se, o tamanho do papel para realizar a impressão deve ter no mínimo 30mm a mais, tanto na largura, quanto na altura, para que seja possível incluir as marcas de corte, marcas de registro, densitômetro e barras de calibragem.

Confira abaixo nossa tabela de formatos e seus subformatos, ou seja, em quantas partes é possível cortar o papel para realizar a impressão.

 

Com essas informações fica muito mais fácil trabalhar no desenvolvimento de layouts pensando no melhor aproveitamento do papel.

WhatsApp chat