Olá, tudo bem? Hoje vamos te mostrar como enviar seus arquivos sem erro para a gráfica!

Envie seus arquivos sem erro. Foto: Pixabay.

Envie seus arquivos sem erro. Foto: Pixabay.

 

Já aconteceu com você alguma vez de enviar algum arquivo para a gráfica, com um design MA-RA-VI-LHO-SO e a gráfica simplesmente informar que o arquivo estava com erro?

Infelizmente, isso é muito comum, mas não se sinta culpado se isso já ocorreu com você alguma vez!

O que ocorre é que após a finalização do arquivo pelo designer, ainda há muitas etapas a serem percorridas até a impressão do material e a preparação técnica para isso é desconhecida por muitos designers gráficos, pois a maioria não tem informação ou experiência de pré-impressão — o que é normal, já que são áreas diferentes de atuação.

E para agregar mais informação aos designers e evitar problemas entre a agência e o fornecedor de impressão, preparamos um check-list para você enviar seu arquivo sem erro!

 


Check-list da comprovação

Meios de entrega

Certifique-se de ter uma cópia de backup dos seus arquivos e de combinar com a gráfica a forma ou o meio de entrega, como FTP ou e-mail. Identifique cada parte do trabalho — listas, discos, fotografias, provas, etc. — e inclua um check-list da comprovação de tudo que está sendo enviado.

 

Formato de arquivo

Verifique se a gráfica quer que você processe a saída dos arquivos finais em PostScript ou PDF (em vez de arquivos do programa de layout), caso em que é preciso solicitar à gráfica que especifique todas as configurações corretas de seus dispositivos de saída.

 

Fotografias e arte

Todos os originais foram incluídos e ajustados em relação a:
☑️ dimensões necessárias?
☑️ cores/mono/duotones?
☑️ colocação e numeração de páginas?
☑️ cortes?

 

Gráficos

Há instruções claras sobre:
☑️ o lugar certo de todos os gráficos?
☑️ se não, indicou o número das páginas e a colocação?
☑️ qualquer redimensionamento necessário?

 

Imagens digitalizadas

Não deixe de indicar, se for o caso, imagens de baixa resolução que precisem ser substituídas por imagens de alta resolução. Além disso:
☑️ nomeou os arquivos de forma lógica?
☑️ verificou se os nomes dos arquivos não se repetem?
☑️ usou formatos de arquivo corretos?
☑️ verificou se todas as imagens são CMYK?
☑️ deu nome correto às cores especiais, “casando” com seu documento?
☑️ fez pré-visualização de todas as imagens?
☑️ usou a resolução ideal para o tamanho do impresso?
☑️ usou o número ideal de etapas para os gradientes?

 

Provas

Você incluiu provas precisas e ajustadas? Indicou nelas:
☑️ nomes das imagens?
☑️ posicionais que precisam de substituição?
☑️ marcas de corte?
☑️ sangria?
Não deixe de imprimir provas dos arquivos exatos que vão ser enviados. Se as provas não estiverem em escala 100%, indique isso claramente. Em provas monocromáticas de trabalho em cor, os elementos coloridos devem estar bem identificados. Além disso, certifique-se de que todas as sangrias ultrapassam em pelo menos 3mm a borda da página.

 

Arquivos

Você:
☑️ sou “Salvar Como” para compactar o arquivo?
☑️ nomeou o arquivo de forma lógica?
☑️ verificou se todas as imagens estão atualizadas?
☑️ configurou alguma imagem/elemento para “não imprimir”?
☑️ incluiu absolutamente todos os perfis e extensões necessários?
☑️ verificou se as cores são compostas (para impressão em quadricromia)?
☑️ verificou se as cores especiais estão como tal?
☑️ redefiniu todos os traços no documento para 0,25 pontos ou mais?
☑️ adicionou ou removeu qualquer caixa indesejável?
☑️ verificou se há algum trap fora do padrão?
☑️ verificou se não há estouros de texto?
☑️ incluiu o relatório criado por alguma ferramenta de preflight?

 

Imposição

☑️ como as páginas foram ordenadas?
☑️ todos os fólios estão corretos e no lugar?
O birô ou gráfica provavelmente cuidará da imposição segundo o processo de impressão planejado, mas é bom assegurar-se disso.

 

Fontes

Você:
☑️ anotou todas as fontes usadas (em texto e gráficos) e verificou se a gráfica tem cópias delas?
☑️ usou as fontes corretas em negrito e itálico (e não em negrito ou itálico forçados)?
☑️ incluiu todas as configurações necessárias para Multiple Masters?
☑️ observou se as fontes são Type 1, TrueType, OpenType, ect.?
☑️ verificou o uso de fontes dentro de qualquer arte vetorial?
☑️ incluiu todas as tabelas de kerning ou tracking que foram usadas?
☑️ verificou a compatibilidade de caracteres especiais que possam ter sido utilizados, tais como frações, bullets e símbolos?

Fonte: O Essencial do Design Gráfico, Editora Senac São Paulo, 2014, 2º Edição


 

Parece coisa sem importância, mas há muitos problemas que podem ser evitados no momento da impressão se o arquivo é enviado da forma correta, com as cores e fontes corretas, por exemplo.

E a equipe de pré-impressão da Gráfica Cartex está sempre disposta à lhe auxiliar no envio de arquivos para impressão na gráfica.

 

E você? Gostou das dicas? Deixe seu comentário aqui! E aproveite para ler outras publicações sobre a área, aqui.

WhatsApp chat